Marcha da Vida homenageará os médicos

A Marcha Internacional pela Vida, evento anual em memória das vítimas do Holocausto, este ano será realizada virtualmente e contará com uma homenagem especial aos médicos de todo o mundo.

O evento será liderado pelo Presidente de Israel, Reuven Rivlin, sobreviventes do Holocausto, o prefeito de Jerusalém, Moshe Lion, o presidente da Agência Judaica, Isaac Herzog, o presidente do Keren Kayemeth LeIsrael (KKL), Avraham Duvdevani e o ex-rabino-chefe de Israel, Israel Meir Lau.

Usando uma tecnologia inovadora de filmagem 3D, um vídeo mostrará os participantes “marchando virtualmente” ao longo da rota tradicional: uma estrada de 3,2 quilômetros de Auschwitz a Birkenau.

Como um tributo ao pessoal de saúde que arriscou suas vidas para ajudar os necessitados durante o Holocausto, bem como àqueles que atualmente estão arriscando suas vidas para combater a pandemia do coronavírus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras organizações médicas proeminentes irão aderir o evento virtual.

LEIA TAMBÉM

Entre os médicos famosos ​​que participarão do evento estão o chefe do gabinete de Coronavirus de Israel, Nachman Ash, e uma segunda geração de sobreviventes do Holocausto.

“Todos nós temos o dever de transmitir a memória do Holocausto para as gerações futuras, não esquecê-lo, não deixá-lo ser esquecido”, disse Rivlin, observando as circunstâncias incomuns criadas pela pandemia do coronavírus e a responsabilidade que temos de manter a memória viva mesmo quando “somos impedidos de pisar na terra amaldiçoada, saturada com o sangue de seis milhões de nosso povo … juramos nunca esquecer.”

Por sua vez, o presidente da Agência Judaica destacou o valor educacional que a marcha proporciona às gerações futuras.

“A ‘Marcha pela Vida’ conecta aqueles que aprenderam sobre o Holocausto em primeira mão e aqueles que não o fizeram; entre a geração de sobreviventes que está desaparecendo e a geração mais jovem que cresceu ao redor do mundo sem conhecer em primeira mão a história do Holocausto e a luta do povo judeu, bem como os poderes predatórios do racismo e do antissemitismo”, disse Herzog.

“O fato de este ser o segundo ano em que não participamos pessoalmente da Marcha pela Vida no Dia em Memória do Holocausto no local dos campos de extermínio de Auschwitz-Birkenau é difícil”, disse o presidente da Marcha, Shmuel Rosenman. “No entanto, isso nunca vai parar o trabalho de lembrança. Este ano encontramos uma forma única de realizar uma marcha virtual de uma forma que nos aproxima o mais possível de um sentimento que não pode ser explicado em palavras. Estaremos em Auschwitz-Birkenau em espírito e alma, e milhões de pessoas em todo o mundo se juntarão”.

A Marcha Virtual irá ao ar na quinta-feira, 8 de abril às 14h00 Europa / 15h00 Israel e será imediatamente seguida por uma cerimônia em memória, com a primeira tocha do Dia da Memória acesa por Rivlin.

A Marcha da Vida é o maior programa internacional de educação sobre o Holocausto que, até o surto do coronavírus em 2020, foi realizado na Polônia e em Israel sem interrupção, desde sua criação, em 1988. Cerca de 300.000 participantes, incluindo estudantes de todo o mundo, participaram da marcha desde então.

Fonte: Iton Gadol

3 thoughts on “Marcha da Vida homenageará os médicos

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: