Muro de proteção feito de sal

Um projeto sem precedentes e único de uma barreira de engenharia natural está sendo montado em frente à fronteira com a Jordânia.

Por iniciativa da Brigada Yoav do Comando Sul, uma enorme parede de sal, com 9 a 13 metros de altura e 40 quilômetros de comprimento, na área entre Neot HaKikar ao sul do Mar Morto, dificultará a passagem dos infiltrados pela fronteira com a Jordânia.

As Forças de Defesa de Israel temem que, sem proteção, as rotas sejam utilizadas por organizações terroristas vindas da direção da Jordânia. Rota semelhante foi usada no ataque a Ein Netafim em 2011, quando os terroristas chegaram do Sinai e dispararam contra um ônibus israelense.

A Brigada Yoav identificou que as fábricas do Mar Morto têm milhões de toneladas de sal não utilizadas. Agora, os militares estão usando esse sal para formar uma barreira que tornará muito difícil se infiltrar pela Jordânia. “Não é intransponível, mas tornará mais difícil penetrar e será adicionado a outras camadas de proteção e quase não terá custos para a IDF”, explicou coronel Yogev Bar Sheshet, da Brigada Yoav.

LEIA TAMBÉM

Já estão concluídos os primeiros dois quilômetros da parede e a meta é terminar a construção em seis meses. Máquinas das fábricas da IDF e do Mar Morto estão sendo usadas na construção da barreira e equipes de engenharia o estão supervisionando as obras que foi foram autorizadas pela Autoridade da Natureza e Parques.

Pelo projeto, a divisão recebeu o Prêmio de Inovação do Chefe de Gabinete Aviv Kochavi.

Noam Goldstein, presidente da divisão de potássio do Grupo ICL (Israel Chemicals Ltd, multinacional que desenvolve, produz e comercializa fertilizantes, metais e outros produtos químicos para fins especiais) acrescentou que “este é um projeto ambicioso e inovador que combina uma solução eficaz para manter a segurança do estado usando materiais naturais que são encontrados na área e se integram naturalmente à paisagem”.

Foto: ICL

One thought on “Muro de proteção feito de sal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *