População judaica é menor que antes do Holocausto

Na véspera de Yom Hashoá, o Bureau Central de Estatísticas de Israel divulgou dados sobre a população judaica em todo o mundo.

De acordo com dados da agência israelense, no final de 2018, havia 14,7 milhões de judeus em todo o mundo. Esse número é um pouco abaixo do registrado em 1925, quando havia 14,8 milhões de judeus em todo o mundo, ou em 1939, pouco antes do Holocausto, quando havia 16,6 milhões de judeus.

Os 6,7 milhões de judeus que vivem em Israel representam 45% da população mundial total. Destes, 5,2 milhões são nascidos em Israel, enquanto 1,5 milhão nasceram no exterior (1 milhão na Europa e Américas, 293 mil na África e 164 mil na Ásia).

O segundo país com a maior população judaica do mundo são os Estados Unidos, com 5,7 milhões de judeus, seguido pela França, com 450.000 judeus; Canadá, com 392.000; Reino Unido, com 292.000; Argentina, com 180.000; Rússia, com 165.000; Alemanha, com 118.000; e Austrália, com 116.000.

Foto: Governo de São Paulo