Universidade de Tel Aviv no Top 10 em formação de empreendedores

A Universidade de TelAviv se classificou em oitavo lugar no mundo em produzir empreendedores com um diploma de graduação da universidade e fundar startups que levantaram capital significativo, de acordo com um relatório recente da Pitchbook, uma empresa de pesquisa que cobre os mercados de capital privado.

O relatório classifica vários programas universitários em categorias como graduação e MBA, saídas e unicórnio (empresas avaliadas em mais de US$ 1 bilhão).

De acordo com a Pitchbook, cerca de 640 empreendedores saíram dos programas de graduação da Universidade de Tel Aviv, iniciando 531 empresas que arrecadaram quase US$ 8 bilhões em financiamento ao longo dos anos.

Na mesma categoria, no ranking dos 50 principais programas de graduação, o Technion-Israel Institute of Technology ficou em 14º lugar, produzindo 468 empreendedores que fundaram 395 empresas, arrecadando US$ 7,2 bilhões. A Universidade Hebraica de Jerusalém ficou em 35º lugar, com 304 empresários, 268 empresas e US$ 4,3 bilhões em capital levantado.

A TAU é a única universidade não americana entre as dez primeiras. O primeiro lugar foi para a Universidade de Stanford, seguido pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). A Universidade de Harvard e a Universidade da Pensilvânia fecharam os cinco primeiros lugares.

Na categoria dos 25 melhores programas de MBA, a Universidade de Tel Aviv ficou em 13º lugar com 233 empreendedores e 221 empresas. 

Na categoria de unicórnios, a TAU ficou em 9º lugar nos principais programas de MBA, com duas empresas de empresários israelenses avaliadas em mais de US $ 1 bilhão (Houzz e IronSource).

A universidade também ficou em 19º por produzir empreendedores em série com um diploma de graduação da TAU. A Pitchbook definiu um empreendedor em série como “um empreendedor que fundou duas ou mais empresas que alcançaram uma primeira rodada de financiamento de risco dentro de um certo prazo”.