Áustria dá nacionalidade aos descendentes do nazismo

Os descendentes das vítimas do nazismo que foram obrigados a fugir da Áustria em consequência das perseguições do Terceiro Reich poderão obter a nacionalidade austríaca graças a uma lei aprovada na semana passada pelo Parlamento.

Os deputados aprovaram por ampla maioria a lei apresentada pelo governo austríaco, uma coalizão entre direita e extrema-direita, liderada pelo primeiro-ministro Sebastian Kurz. Os filhos, netos e bisnetos dos judeus e vítimas do nazismo que abandonaram a Áustria pela perseguição do regime nazista poderão solicitar a nacionalidade austríaca.

Até agora apenas os sobreviventes do Holocausto tinham esta possibilidade.

O presidente da associação judaica de Viena, Oskar Deutsch, celebrou:  “esta decisão coloca a Áustria à altura de suas responsabilidades históricas” nos crimes da Segunda Guerra Mundial.

Em seus 18 meses de governo, o líder dos conservadores Sebastian Kurz e o partido FPO (extrema-direita) fizeram diversos gestos em direção a Israel.

A nova lei será aplicada aos descendentes das vítimas que fugiram da Áustria, tanto as que na época tinham nacionalidade austríaca como as que tinham nacionalidade de algum dos países do antigo império Austro-Húngaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *