Carnaval de apologia ao ódio na Europa

Mais um desfile de carnaval na Europa ultrapassa a fronteira do bom senso e da apologia ao ódio e ao nazismo e à banalização do Holocausto: O desfile de Castilla la Mancha, no município espanhol de Campo de Criptana.

A jornalista e ex-deputada espanhola Pilar Rahola indignada colocou no seu twitter: “Ultrajante e vergonhoso o desfile de carnaval de Campo de Criptana.”

Segunda ela, a banalização do Holocausto é uma apologia ao ódio. O extermínio de 6 milhões de judeus pelos nazistas seria o último motivo de um desfile, exceto para o povo de Castilla la Mancha.

No desfile, grupos vestidos de soldados nazistas com metralhadoras, prisioneiros judeus com um tiro no peito e com uniformes de campo de concentração, um altar nazista com o Portão de Brandemburgo em Berlim, cães dobermanns, fornos de crematório, bandeiras de Israel, suásticas, meninas vestidas com o famoso casaco vermelho do filme “A Lista de Schindler” e uma estética fascista.

Segundo Rahola, o carnaval é um período de deboche, mas não uma carta branca para cometer um crime.

 

4 thoughts on “Carnaval de apologia ao ódio na Europa

  • 26 de fevereiro de 2020 em 00:46
    Permalink

    Ultrajante! Vergonhoso! Assustador! Merda!

    • 26 de fevereiro de 2020 em 02:20
      Permalink

      Coronavirus está chegando por aí Galera da Espanha, deveriam fazer uma festa Temática para vocês,o que acham?

  • 26 de fevereiro de 2020 em 02:20
    Permalink

    O carnaval em si é a festa de Satanás. É nessa época que o ser humano perde totalmente o bom senso e o pudor, e promove atos nojentos de intolerância, ódio, violência, preconceito, pornografia, apologia às drogas, ao Comunismo, etc… Somente o FIM TOTAL do carnaval em todo o mundo porá um fim a esses absurdos.

  • 26 de fevereiro de 2020 em 23:00
    Permalink

    A Europa não aprendeu,com sua incompetência,com o seu insucesso principalmente a Espanha que nada contribui para a humanidade.
    Vive de história do passado,de uma era tenebrosa desde os reis católicos até Franco.

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: