“Isenção de barba para todos” no Exército

Uma nova e surpreendente campanha começa a se estabelecer em Israel. Esta é a “Isenção de barba para todos”, uma campanha criada por dois jovens que visa deixar para trás a obrigação de ser totalmente barbeado nas Forças de Defesa de Israel.

A nova campanha visa eliminar a discriminação nas FDI (Força de Defesa de Israel) contra soldados seculares, que são forçados a fazer a barba, enquanto seus colegas religiosos estão isentos da regra.

Bar Pinto e Gilad Levy são os dois criadores deste movimento, que já conta com 4.000 “likes” na sua página no Facebook. Os dois jovens têm 29 anos e têm uma barba espessa e pretendem fazer com que o IDF mude sua posição sobre os pelos faciais.

A campanha “Isenção de barba para todos” não é alheia a uma questão primordial para a defesa do Estado. Cada vez menos jovens estão participando do serviço militar, de acordo com o ministro da Defesa e ex-chefe das FDI, Benny Gantz. A possibilidade de ficar com a barba, que para muitos jovens faz parte da sua identidade, pode ser, segundo Levy e Pinto, uma questão a considerar na abordagem do problema.

LEIA TAMBÉM

Pinto e Levi disseram que consideram o serviço militar uma parte sagrada da cidadania israelense, mas que, com o exército lutando para atrair os jovens, as regras rígidas que regem os pelos faciais saem pela culatra.

“Queremos que os militares se concentrem no que realmente importa: investir tempo e recursos para defender o país, não nos pelos faciais de seus soldados”, disse Pinto. “Por que complicar a vida desses jovens que se esforçam para servir seu país e dar os melhores anos de suas vidas?”

Se as isenções podem ser concedidas a homens que seguem as normas religiosas judaicas, para outros a barba é uma parte essencial de sua identidade e também têm direito a uma isenção, mas Pinto disse ter ouvido histórias de “milhares” de soldados seculares cujo pedido de isenção foi negado.

Um grupo de 17 soldados que concorda com essa afirmação entrou com uma petição na Suprema Corte em janeiro para forçar o exército a conceder isenções a quem o solicitar.

Levi disse que 1.600 soldados contribuíram com dinheiro de seus próprios bolsos para financiar a ação judicial, que até agora havia arrecadado 120.000 shekels (US$ 36.000).

2 thoughts on ““Isenção de barba para todos” no Exército

Fechado para comentários.