Israel ordena alerta máximo em postos de controle

O ministro da Defesa, Benny Gantz, ordenou que os postos de controle em toda a região da Samaria e Judeia entrassem em alerta máximo na segunda-feira, após um ataque violento no início da manhã em que um segurança ficou gravemente ferido, disse seu gabinete.

Pouco depois da 1 da manhã de segunda-feira, um adolescente palestino avançou com seu  carro em alta velocidade no cruzamento de Te’enim, perto da cidade de Tulkarem, atingindo um oficial de segurança.

Outros guardas no posto de controle abriram fogo contra o motorista. Ele foi levado ao Centro Médico Meir de Kfar Saba, onde foi declarado morto.

O oficial ferido foi levado para o Sheba Medical Center, perto de Tel Aviv, e sua condição é estável. Os médicos do Magen David Adom disseram que o guardo sofreu ferimentos na cabeça e no peito e estava consciente.

O ministro da Defesa, Benny Gantz, elogiou os guardas de segurança por responderem rapidamente ao ataque.

Gantz ordenou uma investigação completa sobre o incidente e aumentou o nível de alerta em todos os cruzamentos da região. O ataque ocorre menos de dois dias depois que o ultraortodoxo Avraham Elmaleh foi esfaqueado por um palestino no Portão de Nablus em Jerusalém na tarde de sábado.

A mídia palestina identificou o agressor desta segunda-feira como Muhammad Nidal Younis. Segundo o Ministério da Defesa, ele tinha 16 anos e morava na cidade palestina de Nablus.

Os meios de comunicação palestinos relataram que as forças de segurança israelenses invadiram a casa de Younis em Nablus após o ataque.

À luz do aumento da violência nas últimas semanas, o ex-chefe de gabinete das FDI, Moshe “Bogie” Ya’alon, disse à 103FM na segunda-feira que “estamos no meio de uma nova onda de terrorismo individual. Vemos semelhanças entre o que tem acontecido nos últimos dois meses e a ‘intifada individual’. Houve cinco ataques palestinos de “lobo solitário” em menos de três semanas.

Existem coisas na atmosfera e na web “, disse Ya’alon. “O jovem de 16 anos que conduziu o ataque esta manhã foi ‘abastecido’ na web com incitamento e tomou uma decisão.”

Fonte: Jerusalem Post e Times of Israel

Foto: Autoridade de cruzamento do Ministério de Defesa