Israelenses finalistas em concurso

Quatro dos 10 finalistas  de concurso de tecnologia de viagens da ONU são israelenses.
As startups israelenses Refundit, Pruvo, SeeVoov e Howazit obtiveram quatro das dez vagas finalistas na competição inaugural da Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas (UNWTO). Eles superaram 3.000 outros candidatos de 132 países.
“Esta é uma conquista significativa para as empresas no campo da tecnologia turística em Israel, que posicionam Israel como líder global no domínio”, disse o ministro da Economia, Eli Cohen.
Executado em parceria com a maior corporação de turismo da Espanha, a Globalia, a competição visa identificar startups que liderarão a transformação do setor de turismo.
O vencedor desenhará um projeto piloto com a Globalia e suas principais marcas, que incluem AirEuropa, Be Live e Travelplan.
Todos os 10 finalistas receberão participação patrocinada e oportunidades de networking na FITUR, a Feira Internacional de Turismo em Madri, de 23 a 27 de janeiro de 2019.
O 𝙋𝙧𝙪𝙫𝙤 𝙤𝙛 𝙃𝙖𝙞𝙛𝙖 alerta os usuários sobre preços mais baixos para as reservas de hotéis que eles já fizeram e remarca, se assim preferirem.
𝙎𝙚𝙚𝙑𝙤𝙤𝙫 𝙤𝙛 𝙊𝙢𝙚𝙧 é um aplicativo de planejamento de viagens de vídeo interativo que usa inteligência artificial e aprendizado profundo para criar um vídeo de locais de interesse e tem um portal para fazer reservas.
O 𝙃𝙤𝙬𝙖𝙯𝙞𝙩, sediado em Herzliya, ajuda as empresas de turismo a se comunicar melhor com os clientes, com o objetivo de melhorar a satisfação, a lealdade, o engajamento e as vendas.
O 𝙍𝙚𝙛𝙪𝙣𝙙𝙞𝙩 de Tel Aviv (co-fundado por Uri Levine da Waze fame) cria um aplicativo que facilita o envio de solicitações de reembolso do IVA antes de deixar um país

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *