Israelenses podem viajar com seus passaportes estrangeiros

O diretor da Autoridade de População e Imigração, Tomer Moskowitz, está confiante de que três novas medidas adotadas recentemente reduzirão o atraso de 700.000 israelenses à espera de um novo passaporte.

Uma nova agência foi inaugurada em Bnei Brak, onde se poderá receber um passaporte temporário por NIS 400, que deve ser pago online. Uma alternativa mais barata do que escritório do Aeroporto Ben Gurion, que emite esses passaportes para 820 NIS.

Uma segunda medida para diminuir o atraso será na gráfica que produz os passaportes. A atual espera de seis semanas por um novo passaporte será reduzida com a introdução de um novo turno noturno e depois reduzida ainda mais com o início de um terceiro turno noturno, antes do verão.

Além disso, a Autoridade de População e Imigração contratou 20 novos funcionários e contratará outros 60 em junho.

Os israelenses com dupla cidadania poderão viajar para o exterior com seus passaportes estrangeiros até 1º de janeiro de 2023. “Estamos prestes a ver uma flexibilização da situação nos próximos dias. As grandes medidas que tomamos e sua realização e impacto no público são uma questão de dias”, diz Moskowitz.

A Autoridade de População e Imigração do Ministério do Interior foi fortemente criticada na semana passada durante um debate sobre o atraso na renovação de passaportes no Comitê de Assuntos Internos da Knesset.

Os parlamentares observaram que a crise era previsível, pois os israelenses relutantes em viajar nos últimos dois anos devido à pandemia do vírus Covid estavam descobrindo, antes do verão, que seus passaportes haviam expirado.

Fonte: Globes
Foto: Canva

 

One thought on “Israelenses podem viajar com seus passaportes estrangeiros

Fechado para comentários.