Muro das Lamentações é reaberto ao público

O Muro das Lamentações, em Jerusalém, foi reaberto ao público  após o relaxamento das restrições impostas em Israel em meio à pandemia de coronavírus.

Medidas de precaução, no entanto, estão sendo aplicadas pelo pessoal de segurança, medindo a temperatura dos visitantes e registrando seus dados pessoais de contato. Máscaras de proteção e observância às demais regras de distanciamento social ainda serão obrigatórios para os visitantes que chegarem ao local sagrado.

Para garantir que as recomendações do Ministério da Saúde sejam respeitadas, a praça do Muro das Lamentações foi dividida em várias áreas de oração separadas, com apenas 300 pessoas sendo permitidas no local por vez. Uma vez atingido o limite, os fiéis terão que esperar do lado de fora, mantendo um espaço de dois metros entre eles.

A reabertura do Muro das Lamentações é uma das medidas para diminuir as restrições impostas no combate ao coronavírus, que estão em vigor há quase dois meses. O primeiro-ministro interino de Israel, Benjamin Netanyahu, elogiou o progresso feito por Israel no combate ao vírus, enfatizando que o número de novas infecções está abaixo do nível máximo – e as recuperações excederam novas infecções.

Foto: 93fm.co.il

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *