Shin Bet, FDI e Polícia frustram ataque terrorista

O Shin Bet (Agência de Segurança de Israel) anunciou nesta segunda-feira que impediu um grande ataque terrorista em Israel. No comunicado, a agência disse que prendeu vários suspeitos de terrorismo na região da Samaria e Judeia e descobriu vários agentes na Faixa de Gaza.

A célula terrorista foi desmantelada e seus planos frustrados em 14 de dezembro, com os envolvidos sendo interrogados nas últimas semanas. A agência disse que uma bomba havia sido construída, estava pronta para uso e foi apreendida antes que pudesse ser detonada.

Os suspeitos presos faziam parte dos “Comitês de Resistência” da Samaria e Judeia e das Brigadas dos Mártires de al-Aqsa, com influência e planejamento de agentes terroristas de Gaza.

A bomba era semelhante à que foi usada no ataque a um ponto de ônibus em Jerusalém, no mês passado, que matou dois israelenses.

Houve várias rodadas de descobertas no caso, com várias ondas de prisões, incluindo a descoberta de agentes, seus chefes e materiais explosivos destinados a um bombardeio dentro de Israel, disse o Shin Bet.

Entre os principais terroristas envolvidos na conspiração estavam Ahmad Fathi Omar Hjaj, de Jabalya em Gaza, um conhecido especialista em explosivos; Maha Ladawi, de Netzirat, que ajudou a criar a infraestrutura necessária para realizar a conspiração; e os terroristas Jihad Ahmad, Tzabari Muhammad Tzabari Aram e Iman Yusef Halil Zakut de Rafah, em Gaza.

LEIA TAMBÉM

Além do trabalho de inteligência que revelou as identidades dos envolvidos, o Shin Bet prendeu outros agentes terroristas, entre eles Yunis Uda, de al-Ras perto de Tulkarm, Khaled Marei, de Bala perto de Tulkarm, Ahmad Taher Jaradaat, de Jenin, e Kis al-Shaiv, ​​de Kabatia.

O Shin Bet disse que “as ações que foram realizadas e que frustraram os ataques planejados fazem parte de uma campanha contínua que o Shin Bet, as FDI e a polícia têm realizado juntos para prevenir o terror em Israel usando uma gama diversificada de ferramentas e táticas”.

Além disso, a agência sinalizou o profundo envolvimento de agentes de Gaza no comando dos terroristas da Samaria e Judeia, dizendo que responsabiliza o Hamas pelo planejado ataque terrorista.

O primeiro-ministro Yair Lapid referiu-se, esta manhã, à operação do Shin Bet, FDI e da Polícia de Israel contra a célula terrorista que planejava realizar os ataques. “Após uma operação que durou várias semanas, as forças de segurança prenderam terroristas na Judeia e Samaria que planejavam realizar um ataque a bomba em grande escala em Israel, auxiliados por organizações terroristas da Faixa de Gaza. A guerra contra os terroristas e suas células continua diariamente em todos os setores. As forças de segurança estão constantemente trabalhando para impedir todas as tentativas de nos atacar. A batalha não acabou. O Estado de Israel tem tolerância zero com o terrorismo e está tomando medidas constantes contra ele. Esta é a única maneira de mantermos uma vida rotineira ao lado de nossa luta implacável contra o terrorismo”.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Porta-voz FDI

2 thoughts on “Shin Bet, FDI e Polícia frustram ataque terrorista

  • 26 de dezembro de 2022 em 19:35
    Permalink

    Lapid é hipócrita já que junto com Benny Ganz lotou Israel de terroristas a pretexto de ocupação de vagas de trabalho, esses traidores fracassados nas eleições que se recolham a sua insignificância!

  • 27 de dezembro de 2022 em 00:21
    Permalink

    Ufa, que sufoco Israel passa com estes terroristas, a ONU não vê nada disso e nem se importa com os ataques, ela só se preocupa em prejudicar o Estado de Israel e sua população, mas tem um Deus que não dorme e nem tosqueneja, sempre dará luz as autoridades para combater o mal , mas o bem sempre triunfará, que haja paz em Israel, em Jerusalém!

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: