Goleiro absolvido por “grau de ignorância lamentável”

Wayne Hennessey, de 32 anos, goleiro titular da seleção de Gales, semifinalista da Eurocopa-2016 e goleiro do Crystal Palace que aparece em fotos fazendo a saudação nazista durante uma noitada com companheiros, foi absolvido pela comissão disciplinar por seu “grau de ignorância lamentável”, anunciou a federação inglesa de futebol (FA).

Hennessey não negou ter feito o gesto, mas afirmou que estava tentando chamar a atenção da pessoa tirando a foto e que qualquer semelhança com a saudação nazista é pura coincidência.

“Tão improvável quanto possa parecer a quem vem de outra geração, não refutamos esta afirmação como falsa”, escreveu a comissão disciplinar da FA. “De fato, quando Hennessey foi questionado a respeito, mostrou uma ignorância considerável, até lamentável, em relação a tudo que envolve Hitler, o fascismo e o regime nazista”.

Assombrados, os membros da comissão se contentaram em dar uma lição de moral. “Tão lamentável quanto passa parecer, que uma pessoa seja tão inconsciente sobre uma parte tão importante de nossa própria história e do mundo, não acreditamos que ele não estivesse dizendo a verdade sobre o assunto. Tudo que podemos dizer, sob risco de parecer condescendentes, é que seria bom para Hennessey se familiarizar com os eventos que continuam na atualidade tendo uma grande importância para todos os que vivem em um país livre”.