Adesivo de pele testa tuberculose em uma hora

A tuberculose ainda é uma doença mortal, a causa de cerca de 1,4 milhão de mortes por ano em países pobres, onde os serviços de teste são escassos.

Mas um novo adesivo de pele israelense para detecção de tuberculose poderia preencher a lacuna dos testes – cerca de três milhões de casos são perdidos anualmente – e salvar muitas vidas.

Uma equipe de pesquisa do Instituto de Tecnologia Technion disse que produziu um patch que fornece um diagnóstico uma hora depois de ser colocado na pele.

“O patch contém sensores feitos de nanopartículas, e o que estamos fazendo é detectar mudanças no padrão de cheiro da pessoa, o que pode nos dizer com alta precisão se ela tem tuberculose ou não”, disse o Dr. Rotem Vishinkin ao The Times of Israel.

“Simplificar o diagnóstico é importante para detectar casos e permitir que as pessoas sejam tratadas, e esse é o nosso foco”, acrescentou Vishinkin.

LEIA TAMBÉM

A grande vantagem do patch é que ele pode levar o teste de tuberculose a áreas remotas, que não possuem clínicas e laboratórios.

“O adesivo é simples de usar e só precisa ser colocado na pele”, disse ela.

Embora o modelo atual exija um computador para fornecer os resultados, o produto final transmitirá os resultados automaticamente para um telefone celular ou uma clínica, disse Vishinkin.

Testes do patch em 1.000 pessoas na África do Sul, Índia e Letônia demonstraram 90 por cento de sensibilidade.

O financiamento veio da Fundação Bill e Melinda Gates. Ainda assim, a equipe do Technion diz que levará vários anos antes que o adesivo esteja pronto para o mercado.

As aplicações potenciais vão além da tuberculose. Vishinkin disse que o modelo de nano-adesivo também pode ser usado para diagnosticar outras doenças.

Fonte: Hamodia
Foto: Technion-Israel Institute of Technology