Aeroporto Ben Gurion deve reabrir em 1º de junho

As autoridades aeroportuárias  confirmaram a reabertura do Aeroporto Ben Gurion, em uma primeira etapa a partir de 1º de junho, para continuar com a segunda etapa em 1º de julho.

O programa consiste na reabertura de voos para países considerados “verdes”, onde o número de infecções não excede 50 casos por dia, como Grécia, Chipre, Áustria, Croácia, Bulgária, Montenegro, Hungria, Islândia e Polônia.  E na sequência voos para a Suíça e a Alemanha.

Entre as mudanças que serão feitas no aeroporto, para adaptá-lo a essa nova situação, estão a proibição da entrada de acompanhantes no aeroporto. Apenas quem viaja poderá fazê-lo, mostrando sua passagem e, assim, permitindo que apenas o número mínimo de pessoas entre na área interna do aeroporto.

Não será permitido carregar nenhuma mala a bordo. As malas deverão ser despachadas no balcão do check in. No balcão nada mais será feito além do envio de malas.

O passageiro deve chegar ao aeroporto 4 horas antes e com o bilhete de embarque já impresso.  Para quem não puder fazê-lo, postos especiais serão instalados na entrada do aeroporto.  A temperatura será medida na chegada e, se algum viajante chegar com a temperatura alta, as autoridades serão imediatamente notificadas.

Ainda não se chegou a um acordo sobre os turistas que chegam ao país, mas eles não serão obrigados a entrar em uma quarentena de 14 dias após a chegada, como tem sido até agora.

Desinfecções constantes serão realizadas em toda a área do aeroporto a fim de permitir um funcionamento normal.  Em relação às áreas de duty free e de alimentação, somente serão permitidas retiradas e compras de alimentos feitas através de aplicativos.

“Israel é um dos países mais avançados na luta contra o coronavírus”, disseram as autoridades aeroportuárias. “Todo o setor de aviação e turismo do mundo exige grandes mudanças para se adaptar a essa situação e não permitir que os céus abertos se fechem. Israel será um dos pioneiros a fazê-lo.”

2 thoughts on “Aeroporto Ben Gurion deve reabrir em 1º de junho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *