Aprovada a construção do prédio mais alto de Jerusalém

O Comitê Local de Planejamento e Construção de Jerusalém anunciou que aprovou a construção da Torre Marom, que terá quarenta andares e se tornará a torre mais alta já construída na cidade.

Isso pode não parecer um edifício tão alto, considerando as alturas que os arranha-céus alcançam na maioria das grandes cidades do mundo. Em 1931, o edifício Empire State foi inaugurado como o edifício mais alto do mundo, com 102 andares. Hoje em dia, isso parece pequeno quando comparado às novas torres que definem o horizonte de cidades como Dubai e Kuala Lumpur.

Mas Jerusalém sempre foi diferente. Sempre resistiu a torres tão altas que se destacam em uma cidade montanhosa e bloqueiam a vista das partes mais antigas da cidade, da Cidade Velha e do próprio Monte do Templo. E no passado foi um ponto de controvérsia sempre que alguém construiu um arranha-céu na cidade, como o atual hotel Vert de 21 andares, que era um hotel Hilton quando foi inaugurado na década de 1980.

Em seguida, houve um grande alvoroço sobre a construção do complexo de apartamentos Terra Santa no topo de uma colina na parte baixa da cidade. O complexo das torres gêmeas pode ser visto de quase todos os lugares da cidade e até hoje ainda é considerado uma monstruosidade pelos residentes.

Mas, nos últimos anos, toda a face de Jerusalém mudou. Há a Ponte Chords para o metrô de superfície, novos edifícios de apartamentos de luxo em todo o centro da cidade. Esses edifícios podem ser vistos de toda a cidade e ofuscam a beleza da natureza antiga de Jerusalém que sempre caracterizou a cidade.

LEIA TAMBÉM

A Torre Marom terá 40 andares, 80.000 metros quadrados de escritórios e espaços comerciais, hotel e salas de conferências. Os primeiros oito andares da torre abrigarão um centro cultural, galerias de arte e um museu.

Ele deve se tornar parte do novo centro comercial e de prédios de escritórios atualmente em desenvolvimento na entrada da cidade, onde termina a Rodovia 1 de Tel Aviv. O empreendimento é denominado projeto Sha’ar Ha’Ir. Este edifício ficará situado entre a estação rodoviária central de Jerusalém e o centro de convenções nacional de Israel e ao lado da nova estação ferroviária da cidade.

De acordo com seus planejadores, o complexo construído terá 1,2 milhão de metros quadrados de edifícios de uso misto intercalados com espaços públicos urbanos atraentes e dinâmicos, apresentando o maior centro de transporte integrado de Israel em seu centro. “Este distrito comercial único e de ponta é onde os mundos dos negócios, finanças, academia, instituições culturais e nacionais se cruzam”, declaram.

Todo esse projeto, que terá até 20 novos edifícios, virou a cidade de Jerusalém de cabeça para baixo por vários anos. Duas vias principais foram fechadas para a construção, obrigando ao redirecionamento do tráfego. Uma faixa em ambas as direções foi deixada para ônibus, mas está constantemente congestionada. O plano é eventualmente abrir uma passagem subterrânea para reabrir a estrada.

A cidade espera que esta nova zona comercial e de escritórios ajude a revitalizar a economia local de Jerusalém, pare a fuga de cérebros de residentes e incentive a chegada de profissionais.

Fontes: Jewish Business News e Globes
Foto: Rendering of Planned Merom Tower Jerusalem (architecht pr pic)

One thought on “Aprovada a construção do prédio mais alto de Jerusalém

Fechado para comentários.