Bibi vence as eleições primárias do Likud

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu derrotou Gideon Sa’ar na eleição primária interna pela liderança do Likud no início da sexta-feira. Netanyahu recebeu 41.792, que representaram 72,5% dos votos e Sa’ar 15.885, que representou 27,5%. Das 106 assembleias de voto em todo o país, Netanyahu ganhou 99 e Sa’ar apenas sete.

Netanyahu declarou vitória logo após a meia-noite de quinta para sexta-feira, enquanto a contagem ainda estava em andamento, enquanto Sa’ar reconheceu uma hora depois. Quando os resultados finais foram anunciados, Sa’ar ligou para Netanyahu para parabenizá-lo.

“Esta é uma grande vitória! Obrigado aos membros do Likud por sua confiança, apoio e amor”, disse Netanyahu em uma mensagem aos apoiadores, prometendo “levar o Likud a uma grande vitória nas próximas eleições e continuar a levar o Estado de Israel a conquistas sem precedentes”.

À 1 da manhã, Sa’ar admitiu a derrota, dizendo que, embora “não tenhamos os números finais, o resultado é claro”. Ele disse que “parabenizaria o primeiro-ministro por sua vitória” e prometeu apoio a Netanyahu e ao Likud, antes das eleições gerais de 2 de março. “A disputa foi vital para o Likud e seu caráter democrático”, disse Sa’ar. “Minha decisão de correr foi correta e necessária. Quem não estiver preparado para arriscar o caminho em que acredita, nunca vencerá.”

O concurso foi o primeiro desafio significativo à liderança do Likud por Netanyahu em mais de uma década, mas ele manteve o apoio da grande maioria dos membros do partido no Knesset e de seus proeminentes líderes e ativistas locais.