Brasil vota em defesa de Israel na ONU

O Brasil decidiu apoiar Israel na Organização das Nações Unidas (ONU), votando, nesta sexta-feira, contra uma resolução que pedia investigações sobre supostos abusos de direitos humanos por parte de Israel contra palestinos. A votação teve 82 votos a favor re 78 abstenções. Além do Brasil, outros países que decidiram ficar a favor de Israel foram Estados Unidos, Canadá, Austrália, Colômbia, Nauru e Micronésia.

O 4º Comitê da ONU votou um total de oito resoluções contra Israel.

O governo brasileiro se absteve em uma resolução que condenava os assentamentos israelenses em partes de Jerusalém, no território palestino e nas colinas de Golã. A resolução acabou sendo aprovada com 156 votos a favor. Se absteve em resolução específica sobre a ocupação das Colinas de Golã também aprovada com 155 votos. E também se absteve numa resolução que tratava das propriedades e receitas dos palestinos. A resolução passou, com o apoio de 162 países.

Em outras quatro resoluções, porém, o Brasil manteve a tradição e votou ao lado dos palestinos.

O Brasil votou a favor de uma resolução que instava os governos a manter a ajuda aos refugiados palestinos, também apoiou uma resolução para dar assistência às pessoas deslocadas como resultado dos acontecimentos de 1967 e também votou a favor em uma resolução que dava apoio aos trabalhos da ONU para ajuda humanitária aos palestinos no Oriente Médio.