Cemitério em Haifa vandalizado com suásticas

Suásticas foram pintadas com spray em dezenas de lápides em um cemitério de Haifa para vítimas da Primeira Guerra Mundial do Reino Unido e de suas ex-colônias.

“A profanação dos túmulos dos heróis da Primeira Guerra Mundial é um crime repugnante. Temos com esses soldados uma dívida histórica pela libertação da Terra de Israel do domínio otomano. Estamos fazendo todo o necessário para encontrar os responsáveis ​​e levá-los à justiça”, disse o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

A vandalização de cerca de 50 lápides foi descoberta logo após Yom Kipur, no cemitério militar da Comunidade das Nações. Além dos grafites pintados com spray, algumas lápides foram demolidas e pelo menos outras três foram destruídas.

No cemitério estão os túmulos de 305 soldados que lutaram na região na Primeira Guerra Mundial, 86 dos quais não foram identificados. Existem também túmulos para 36 vítimas da Segunda Guerra Mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *