Holanda vence e Israel brilha no Eurovisão

O espetáculo da final do Eurovisão começou com a vencedora do ano passado, Netta Barzilai, que deu início ao desfile dos países, e a apresentação de outros israelenses que passaram pelo palco da Eurovisão ao longo dos anos, como Dana International cantando Diva, a canção vencedora de 1998, Ilanit, a primeira participação de Israel no concurso, em 1973 e, por fim, Nadav Guedj, o representante de 2015, que terminou em nono lugar.

O evento deste ano teve como vencedora a Holanda, 42 anos depois da última vitória do país no concurso. Duncan Laurence cantou Arcade e desde cedo foi identificada como uma das favoritas do público.

Nem o  Grupo Hatari da Islândia exibindo seus cachecóis com o nome Palestina, nem a apresentação sem entusiasmo da Pop Star Madonna, que levou ao palco um bailarino com uma bandeira da Palestina nas costas e outro com a bandeira israelense que chegam unidos e depois se separam, apagou o brilho do evento – não esportivo – de maior audiência no mundo, que foi assistido por mais de 200 milhões de espectadores em todo o mundo e coberto por 1500 jornalistas de diversos países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *