Ladrão arrependido devolve produto do roubo

Um israelense resolveu devolver um artefato de dois mil anos à Autoridade de Antiguidades de Israel após tê-lo roubado há 15 anos, quando visitou um sítio arqueológico na Cidade de Davi, em Jerusalém. O homem, que não teve sua identidade revelada, disse que “teme o fim do mundo” e que deseja ter sua “consciência tranquila”.

O artefato, chamado de pedra balista, trata-se de uma peça arremessada por catapulta durante batalhas. O furto foi feito quando o israelense ainda era adolescente. Depois, ele se casou e teve filhos, mantendo o artefato com ele. Segundo ele, “por 15 anos a pedra pesava fortemente sobre o seu coração”.

Acredita-se que a pedra balista tenha sido usada durante o histórico confronto por volta de 70 DC, entre revoltosos de Jerusalém e soldados romanos, que levou à destruição da cidade e do seu templo sagrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *