Lentes de contato para corrigir daltonismo

Sharon Karepov e Tal Ellenbogen, ambos cientistas da Universidade de Tel Aviv, incorporaram dispositivos ópticos ultrafinos em lentes de contato clássicas que possibilitam corrigir daltonismo vermelho/verde.

“Os problemas para distinguir vermelho do verde complicam seriamente as rotinas diárias mais simples, como identificar uma fruta madura ou um sinal de trânsito”, disse Karepov, membro do departamento de Física Eletrônica da Universidade.

O cientista explicou que as novas lentes de contato usam meta-superfícies baseadas em elipses de ouro de tamanho nanométrico para criar uma forma personalizada, compacta e durável para poder solucionar deficiências visuais.

Embora testes clínicos sejam necessários antes que as novas lentes de contato sejam comercializadas, os pesquisadores acreditam que os fabricantes podem incorporar a meta-superfície durante o estágio de moldagem da fabricação das lentes de contato ou fundi-las ao calor com uma lente de contato rígida.

“Óculos baseados neste conceito de correção estão disponíveis em nível comercial. No entanto, eles são muito mais volumosos que as lentes de contato. Como o elemento óptico proposto é ultrafino e pode ser integrado a qualquer lente de contato rígida, tanto o daltonismo quanto outros distúrbios da visão, como erros de refração, podem ser tratados com uma única lente de contato”, disse Karepov.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *