Oferta de emprego atinge nível recorde em Israel

O desemprego ainda pode ser alto, mas não é porque não há empregos disponíveis. Israel teve um recorde de 112.500 vagas disponíveis em março, o maior número já registrado, disse o Bureau Central de Estatísticas em um relatório neste domingo.

Cerca de 30% das empresas pesquisadas estavam procurando contratar funcionários em março, em comparação com 21% em fevereiro, disse o relatório. A alta segue a abertura da economia após o terceiro bloqueio.

A oferta de emprego  para março foi de 4,43%, em comparação com 3,59% em 2019 e -2,47% em 2020, disse a CBS.

Todos os setores registraram aumento nas vagas de emprego durante o mês de março, com destaque para as indústrias de hotelaria, alimentação, entretenimento e lazer, além de estabelecimentos comerciais. Na maioria dos setores pesquisados, o número de vagas de emprego é ainda maior do que a média anterior à crise Corona, disse o relatório.

Cerca de 34% das empresas pesquisadas disseram que empregam mais pessoas agora do que antes da crise. Cerca de 19% disseram ter menos da metade do número de funcionários que tinham antes do início da pandemia.

A taxa média de desempregados em Israel era de 16% ao longo da pandemia, mas caiu para menos de 10% em abril, uma vez que a campanha de vacinação do país permitiu a reabertura da economia.

Israel agora está encorajando as pessoas que recebem ajuda por férias sem vencimentos (Halat) para voltarem ao trabalho, oferecendo subsídios e incentivos para empregadores e empregados. O país havia garantido o seguro-desemprego até o final de junho. Cerca de 547.000 pessoas ainda estão registradas como desempregadas, de acordo com os Serviços de Emprego de Israel.

Além disso, o Bureau Central de Estatísticas também informou que a economia de Israel encolheu 2,6% em 2020. Isso ainda era muito melhor do que a contração média de 5,5% relatada pelos países da OCDE durante a pandemia.

Fonte: The Jerusalem Post

Foto: Pixabay

One thought on “Oferta de emprego atinge nível recorde em Israel

Fechado para comentários.