Plano levará Tel Aviv ao topo do turismo

O prefeito de Tel Aviv, Ron Huldai, apresentou esta semana, o plano diretor “Tel Aviv-Jaffa 2030” para aumentar o turismo na próxima década e posicionar seu município como um dos destinos urbanos mais populares do mundo, através de novas atrações, aumento da quantidade de informações em outros idiomas e desenvolvimento de infraestrutura nas comunicações e acomodações.

“Nos últimos anos, nossa cidade desfrutou de uma extraordinária explosão turística, de modo que de uma cidade pequena, com poucos visitantes, tornou-se um lugar que muitas pessoas querem aproveitar e experimentar”, disse ele.

Tel Aviv recebeu 2.200.000 pessoas em 2018, o que representou uma receita de 1,6 bilhão de dólares.

“O plano mestre é projetado para preservar esse boom, para lidar com isso de forma inteligente e planejar o futuro”, enquanto “já é possível identificar os desafios que devem ser enfrentados” e que têm a ver com o custo de vida, transporte público e a imagem de Israel como um país seguro, exemplificou Huldai.

A primeira tática é fortalecer a marca da cidade como um lugar favorável para organizar conferências internacionais e expandir os serviços para novos públicos, como “famílias, muçulmanos, árabes, chineses e idosos”.

A cidade também planeja implementar novas atrações, acelerar a construção de novos hotéis, converter edifícios de escritórios em hotéis e regular o mercado de aluguel para turistas. O objetivo é dobrar o número de quartos de hotel dos atuais 10.500 em uma década.

O plano foi apresentado pelo engenheiro da cidade de Tel Aviv, Udi Carmeli, e pelo diretor da Administração Mundial de Turismo, Eitan Schwartz. Carmeli considera 2019 como um ano decisivo para o turismo em Israel, particularmente Tel Aviv e Jaffa.

Ele acrescentou que a chave para uma cidade efetivamente planejada é considerar tanto as necessidades dos turistas quanto dos moradores. “A visão de turismo da cidade coloca Tel Aviv como um importante destino turístico urbano inovador e receptivo aos moradores da cidade, levando em conta sua qualidade de vida.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *