Tel Aviv na luta contra o aquecimento global

Tel Aviv busca acabar com a arquitetura de vidro característica de muitos de seus arranha-céus.  Em uma reunião do Subcomitê de Planejamento e Construção Local de Tel Aviv, realizada no início deste mês, a cidade decidiu não aprovar a construção de um projeto planejado no sul da cidade, devido ao seu exterior de vidro, considerado prejudicial para a cidade.

“Como política, a cidade quer parar de construir torres com vidro e prefere usar pedra natural”, disse o presidente interino do subcomitê, Lior Shapira.

Um dos objetivos da cidade é reduzir os níveis de calor em Tel Aviv como parte da luta contra o aquecimento global.  Os empreiteiros terão que ajustar seus planos para serem mais ecologicamente corretos e produzirem energia alternativa.

No entanto, nem todos concordam que o vidro faz mal ao meio ambiente.  O engenheiro Israel David, co-fundador da David Engineers Ltd., empresa por trás de muitas das torres de vidro mais importantes de Tel Aviv, incluindo Azrieli Sarona, ToHa e Midtown, disse que usar vidro é uma tendência urbana global. “Existem tipos de vidro que oferecem melhores soluções de isolamento do que a pedra, que é um recurso finito que requer escavações que destroem a paisagem natural”, disse ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *