Toque de recolher já está em vigor em Israel

Veja a relação de cidades em que vigora o toque de recolher no final desta matéria.

Já está em vigor o toque de recolher em 40 localidades em todo o país (veja a relação abaixo), com o objetivo de tentar impedir a propagação do coronavírus nas áreas mais afetadas. Os bloqueios ocorrerão das 19h às 5h da manhã. A maioria das localidades tem uma população de maioria árabe ou ultraortodoxa e representa cerca de 1,3 milhão de habitantes.

Cerca de 3.000 policiais estarão a postos para fazer cumprir o toque de recolher. Os residentes não podem sair a mais de 500 metros de sua casa, exceto para atividades essenciais, como trabalho, compra de remédios e comida ou tratamento médico.

O ingresso de pessoas nas localidades não estará sujeito a quaisquer restrições, mas as saídas só serão permitidas nos casos previstos em regulamentação governamental, como questões trabalhistas ou funerais.

LEIA TAMBÉM

Nestas localidades, o número máximo de pessoas permitido  para uma reunião em local aberto é de até 20 pessoas, enquanto em locais fechados é de até 10 pessoas.

Com algumas exceções, como educação especial e creches, as escolas serão fechadas nesses locais. É permitida a realização de manifestações. Há permissão para estrangeiros deixarem as cidades vermelhas.

A atuação da polícia terá como foco a detecção de reuniões ilegais e aqueles que violem o limite máximo de movimento de 500 metros.

A multa para quem violar a restrição dos 500 metros será de 500 NIS (US$ 147); para quem se recusar a se dispersar de uma reunião não permitida, a multa será de 1.000 NIS (US$ 294); e quem abrir um negócio não essencial será multado em 2.000 NIS (US$ 589).

Alguns líderes locais protestaram contra a inclusão de suas áreas na lista de cidades onde o toque de recolher foi imposto. O prefeito de Beitar Illit, uma cidade ultraortodoxa de cerca de 60.000 habitantes no sul da Judeia e Samaria, disse que sua comunidade não obedeceria às regras e acusou o governo de discriminar cidades ultraortodoxas como a dele, aplicando toques de recolher radicais.

Lista das cidades sob toque de recolher:

Bnei Brak

Elad

Umm al-Fahm

Taibe

Tira

Nazareth

Netivot

Abu Snan

Eilat – Bairro Shahmon

Ashdod – Bairros Gimmel, Zayin, Het

Ashkelon – Bairros Mitzpe Barnea, Ganei Barnea, Naot Barnea, Givat Zion, Carmei Zion

Buqata

Beitar Illit

Beit Shemesh – Bairros Ramat Beit Shemesh Alef, Ramat Bet Shemesh Gimmel, Menuha e Nahala

Najidat

Baqa al-Gharbiyye

Julis

Jaljulya

Jatt

Daliyat al-Karmel

Avatan, na região Zemer

Yafa an-Naseriyye

Kasra-Samia

Kafr Bara

Kafr Manda

Área municipal de Kafr Qassem, com exceção das zonas industriais Lev Haaretz e Nof Haaretz

Kafr Qara

Lakiya

Musheirifa e Salem na região Ma’ale Iron

Ein Mahil

Emmanuel

Assafiya

Fureidis

Arara

Qalansawe

Reineh

Rechasim

Sderot – Bairros Naot Yitzhak Rabin e Naot HaNeviim

Shfaram

Jerusalém – Bairros Kafr Aqab, Beit Hanina, Ramat Shlomo, Ramot, A-Tur, Issawiya, Anata, Shuafat e Sanhedria.

One thought on “Toque de recolher já está em vigor em Israel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *