Vacinação 24h e novas regras para as escolas

A fim de aumentar significativamente a taxa de vacinação em Israel, o Ministro da Saúde Yuli Edelstein instruiu o diretor-geral do ministério, Prof. Chezi Levy, a recrutar mais mão de obra e tomar medidas para garantir que os hospitais, e não apenas as Kupot Cholim, vacinem a população, já na próxima semana.

Segundo o Ministério da Saúde a meta é alcançar uma taxa de mais de 100.000 vacinas por dia, fornecendo vacinas 24 horas por dia, 7 dias por semana. “O corona põe em perigo a todos nós, as vacinas vão salvar a todos nós”, disse Edelstein.

“A meta é vacinar pelo menos quatro milhões de pessoas durante o primeiro trimestre de 2021”, disse Chezy Levy. “Temos vacinas suficientes para isso e espero que cumpramos essa meta.”

Levy também disse que os israelenses não serão impedidos de serem vacinados durante o lockdown, que entrará em vigor na noite de domingo.

LEIA TAMBÉM

O impasse agora é religioso, pois os principais rabinos de Israel se opuseram à decisão de aplicar vacinas no Shabat.
Em  resposta, Edelstein, que é ortodoxo, citou o princípio jurídico judaico de salvar uma vida, ou “pikuach nefesh”, que supera quase todos os outros requisitos religiosos.

Novas regras para o sistema educacional

Antes mesmo de começar o terceiro lockdown, o governo mudou as regras de funcionamento do sistema educacional.

No início, os ministros votaram para abrir escolas para pré-escolares e alunos da 1ª à 4ª e 11ª 12ª séries até às 13h todos os dias. No entanto, em meio à extrema pressão dos pais e do ministro da Educação, Yoav Gallant, os ministro alteraram a decisão e as escolas agora funcionarão normalmente.

“Fizemos isso primeiro para que esses alunos não faltassem às aulas e, em segundo lugar, para tornar as coisas mais fáceis para os pais”, disse o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu após a decisão.

No novo plano, as pré-escolas e creches vão funcionar de acordo com a rotina, assim como as séries mais novas. Os alunos do ensino médio serão divididos em cápsulas e poderão interagir com até três cápsulas. Os professores poderão instruir até quatro cápsulas.

Espera-se que os alunos da 5ª a 10ª séries passem para o ensino à distância. No entanto, há uma discussão de que o esboço pode mudar quando for para a aprovação final na Knesset no início da próxima semana. As escolas não serão abertas nas áreas vermelhas e laranjas.

De acordo com a maioria dos especialistas em saúde, não havia valor epidemiológico para o fechamento de escolas às 13h.

Fotos: Marisa Waizer e David Cohen (Flash90)

One thought on “Vacinação 24h e novas regras para as escolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *