Uma festa, como se não houvesse corona

Horas antes do terceiro lockdown imposto em Israel, uma multidão se reuniu na sexta-feira, no Parque Hayarkon em Tel Aviv, no encerramento do projeto de ciclismo individual FIT TLV,  que reúne centenas de pessoas andando juntas de bicicleta e scooters pela cidade.

Segundo relatos, e conforme se pode ver nas imagens, o evento estava lotado. Calcula-se cerca de 1.000 pessoas dançando, sem distanciamento social, e a maior parte delas sem máscaras.

Não está claro se todos os participantes fazem parte do grupo de ciclistas ou se as pessoas foram se juntando ao clima festivo.

Na página do projeto no Facebook, os organizadores explicam: “Saúde é ir ao ar livre, mexer o corpo, conhecer pessoas, dançar, rir, experimentar, respirar. Os cidadãos de Israel não respiram há muito tempo, não veem seus entes queridos, não sorriem, podem estar achatando a curva e não têm coronavírus, mas isso não os torna saudáveis. Não somos um daqueles negadores do coronavírus, agimos com responsabilidade e cumprimos as regras, apenas que junto com isso também mantemos a sanidade.”

LEIA TAMBÉM

Shoppings e mercados também tiveram um comparecimento incomum.

2 thoughts on “Uma festa, como se não houvesse corona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *