Brasil quer realizar testes de remédio israelense

EXO-CD24 apresenta resultados positivos no tratamento de casos graves do Covid-19

Texto: Raphael Branco (colaborador no Rio de Janeiro)

Em conferência por telefone na última sexta-feira (12), no Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro discutiu com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, a participação do Brasil em testes da fase 3 do medicamento EXO-CD24. A droga foi desenvolvida por um hospital israelense e apresentou sucesso no tratamento de pacientes com sintomas graves de Covid-19.

Intermediada pelo embaixador de Israel, Yossi Shelley, a conversa entre os líderes Bolsonaro e Netanyahu foi acerca do medicamento desenvolvido pelo Centro Médico Ichilov, em Tel Aviv, chamado EXO-CD24. O spray foi aplicado em 30 pacientes com quadros moderados e graves de Covid-19, e todas as pessoas se recuperaram da doença entre três e cinco dias. Neste momento a medicação entra na fase 3 de testes clínicos, com administração em uma quantidade maior de pessoas, para que haja comprovação de seu efeito e segurança.

LEIA TAMBÉM

O governo brasileiro se colocou a disposição para que os testes sejam feitos entre a população do país, mas para que isso ocorra é necessária autorização da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), que é a responsável pelo controle e testagem de novos remédios. Além dos testes, também foi proposta uma parceria com o governo israelense para uma futura importação do EXO-CD24. “A conversa foi muito positiva, estamos confiantes de que seguimos no caminho certo para que este medicamento seja uma alternativa a mais na luta contra o vírus. Juntos iremos mais longe!”, disse o embaixador de Israel, Yossi Shelley.

Na reunião no Alvorada também estava presente do ministro das relações exteriores, Ernesto Araújo. Terminado o encontro, o presidente Jair Bolsonaro publicou em uma rede social: “Conversei há pouco com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Dentre os assuntos, tratamos da participação do Brasil na 3ª fase de testes do spray EXO-CD24, medicamento israelense que, até o momento, vem obtendo grande sucesso no tratamento da covid-19 em casos graves”.

Sobre o medicamento israelense

O resultado positivo até o momento é fruto de décadas de pesquisa realizados no Centro Médico Ichilov, em Tel Aviv. O EXO-CD24, funciona no combate a chamada “tempestade de citocina”, substâncias eliminadas por células do sistema imune, que é apontado como o responsável pelas mortes associadas à Covid-19.

A equipe de estudos explica que a substância estimula o transporte de uma proteína chamada CD24 entre as células e o pulmão, causando alívio ao sistema imunológico do paciente.

“Nós podemos produzir essa droga de forma eficaz, eficiente e barata. Isso pode ser uma solução parcial para países que não têm condições de adquirir uma vacina. Esse é o nosso dever, trazer uma mensagem de esperança para todo o mudo”, afirma o responsável pela pesquisa, Prof. Nadir Arber.

Fontes: Agência Brasil, Embaixada de Israel no Brasil

2 thoughts on “Brasil quer realizar testes de remédio israelense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *