Outro medicamento contra o vírus entra na Fase 3 de teste

O medicamento experimental israelense Allocetra, para tratar pacientes graves de COVID-19 completou a Fase 2 com sucesso e entra agora em testes de Fase 3 e será administrado a mais de 100 pessoas.

De 20 pacientes gravemente enfermos tratados com a droga até agora, 90% se recuperaram.

Segundo o Prof. Dror Mevorach, chefe de uma das enfermarias de coronavírus do Hospital Hadassah, em Jerusalém, e diretor científico e médico da Enlivex, que desenvolveu o tratamento com o Allocetra, o medicamento é útil para pacientes graves e críticos porque pode evitar a necessidade de ventilá-los, e esse é o objetivo principal. “No momento em que você entra em ventilação, toda a situação muda, as complicações aumentam e é mais difícil de tratar”, disse o médico.

O medicamento Allocetra trata a super-resposta do sistema imunológico e a resposta inflamatória que, às vezes, é vista em pacientes com COVID-19, chamada de tempestade de citocinas. O fenômeno pode causar ataques graves do sistema imunológico aos próprios órgãos do corpo, levando à falência de órgãos e, às vezes, à morte.

LEIA TAMBÉM
Yair Tayeb, um paciente que se recuperou de COVID-19 conta: “eu não conseguia respirar, mal conseguia falar. “Eu passei por uma experiência que não posso colocar em palavras.”

Duas horas depois de receber a droga, ele sentiu uma mudança. “Eles me deram a droga. De repente, depois de duas horas, comecei a sentir algo estranho em meu corpo. Parei de tossir, minha respiração começou a voltar, eu estava me sentindo melhor. Eu parei de suar. Eu não pude acreditar. Eu estava com medo de dizer às pessoas que estava bem, estava tão animado.”

“Dois dias atrás eu não conseguia ficar de pé”, disse Tayeb ao deixar o hospital. “Olhe para mim agora, indo para casa.”

O medicamento está agora entrando em testes de Fase 3 e será administrado a mais de 100 pessoas.

Um outro medicamento israelense contra COVID-19 também está trazendo esperanças. O medicamento EXO-CD24, desenvolvido pelo Prof. Nadir Arber do Centro Médico Ichilov de Tel Aviv foi administrado a 30 pacientes cujas condições eram moderadas ou piores, e todos os 30 se recuperaram, 29 deles dentro de três a cinco dias.

Arber disse que, com o teste de Fase 1 recém-concluído, ele deve iniciar um teste de Fase 2. Isso dará um quadro mais confiável de eficácia.

2 thoughts on “Outro medicamento contra o vírus entra na Fase 3 de teste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *