Bicicleta elétrica e scooter na calçada dá multa em TA

Em mais uma tentativa de impedir que os condutores de scooters e bicicletas elétricas andem pela calçada em Tel Aviv, a prefeitura anunciou que exigirá que empresas que operam os veículos na cidade instalem placas de identificação em todos os seus veículos. O prazo para cumprimento é 15 de dezembro.

As autoridades esperam que, ao tornar os veículos rastreáveis, eles possam influenciar os condutores a serem mais responsáveis.

Andar de bicicleta elétrica ou scooter pela calçada já é uma infração que acarreta uma multa de NIS 250 (aproximadamente US$ 71,50). Em maio, a prefeitura informou que, durante os primeiros cinco meses do ano, 9.000 multas foram emitidas. Apesar das multas pesadas e dos esforços de fiscalização, muitos motociclistas continuam circulando pelas calçadas.

As medidas visam diminuir o número de acidentes envolvendo bicicletas elétricas e scooters que têm acontecido na cidade, alguns dos quais foram fatais.

Para rastrear os infratores, a prefeitura está pedindo aos residentes que informem às autoridades ou tirem uma foto. Para isso criou um aplicativo no qual os moradores podem fazer upload de fotos de ciclistas infratores e marcar o local e a hora. A cidade então aplicará uma multa ao infrator dentro de 24 horas.

Tel Aviv é considerada um paraíso para veículos de micromobilidade, graças ao seu clima quente e principalmente ao terreno plano. No entanto, o rápido aumento no número de veículos também trouxe preocupações de segurança. Em julho, a cidade promulgou novos regulamentos projetados para policiar o uso de veículos de micro-mobilidade, como exigir que os motociclistas usem um capacete completo com uma faixa de alta visibilidade. Outra regra exige que os ciclistas de scooter e de bike tenham uma carteira de motorista ou concluam o treinamento especializado em bicicletas elétricas .

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *