Ônibus é atacado por terroristas no Vale do Jordão

Homens armados palestinos abriram fogo contra um ônibus que transportava soldados israelenses em uma importante rodovia no Vale do Jordão neste domingo, ferindo sete pessoas, disseram as Forças de Defesa de Israel.

Um veículo com os terroristas parou na estrada 578, e dele saíram dois palestinos que começaram a disparar tiros de metralhadoras contra o ônibus.

Um soldado ficou gravemente ferido e outros cinco soldados e o motorista do ônibus (civil) ficaram levemente feridos. O ataque ocorreu em meio ao aumento da violência na região da Samaria e Judeia.

O soldado em estado grave e o motorista do ônibus, com ferimentos de bala, foram levados de helicóptero para o Hospital Rambam, em Haifa. Os outros cinco soldados foram feridos por fragmentos de vidro.

Os atiradores fugiram do local, mas dois suspeitos foram presos pouco depois por soldados e policiais israelenses, disseram as Forças de Defesa de Israel e a Polícia de Israel. Várias armas de fogo foram encontradas no local. A dupla foi levada para ser interrogada pela agência de segurança Shin Bet.

O veículo dos atiradores pegou fogo durante a fuga, possivelmente devido ao líquido inflamável que eles tentaram derramar no ônibus durante o ataque, segundo autoridades locais. Ambos estariam feridos.

Um terceiro suspeito aparentemente fugiu, de acordo com relatos da mídia israelense. As FDI disseram que as tropas continuaram a vasculhar a área em busca de outros suspeitos.

LEIA TAMBÉM

O ministro da Defesa, Benny Gantz, saudou as tropas por prenderem os dois suspeitos após o ataque. “As forças de segurança imediatamente lançaram uma caçada e capturaram os suspeitos do ataque em uma operação rápida e profissional”, disse ele no Twitter.

“Continuaremos a aumentar nossas operações focadas contra o terror na área da Judeia e Samaria”, acrescentou.

O primeiro-ministro, Yair Lapid desejou uma rápida recuperação aos soldados e ao motorista de ônibus feridos no ataque a tiros, elogiando os socorristas e as tropas por tratarem os feridos e rastrearem rapidamente os suspeitos.

“Continuaremos alcançando qualquer um que tente atingir os cidadãos e soldados do Estado de Israel”, disse Lapid em comunicado.

No mês passado, tiros foram disparados contra um ônibus israelense que viajava pela Rota 60, a principal rodovia norte-sul da Samaria e Judeia, perto de Ofra.

O ônibus estava cheio no momento do ataque e pelo menos oito furos de bala foram encontrados nas janelas e na carroceria do ônibus, mas não houve feridos.

As tensões aumentaram na região recentemente, com as forças de segurança israelenses intensificando as operações de prisão após uma onda de ataques terroristas que deixaram 19 pessoas mortas no início deste ano.

Na semana passada houve uma série de ataques, quando homens armados palestinos dispararam contra vários postos militares na Samaria e Judeia e um soldado foi esfaqueado perto de Hebron. Também houve vários ataques de lançamento de pedras contra civis israelenses dirigindo na área.

Fonte: The Times of Israel
Foto: Sindicato dos Motoristas de Ônibus de Israel

3 thoughts on “Ônibus é atacado por terroristas no Vale do Jordão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: