Terroristas lançam outro ataque a soldados

Quatro soldados ficaram feridos depois que um IED (artefato explosivo)  foi lançado contra eles perto de Halamish e da cidade palestina adjacente de Nabi Saleh, na região da Samaria e Judeia, na noite de domingo, de acordo com a Unidade do porta-voz das FDI.

Os soldados estavam montando guarda em um posto na Rodovia 465 perto da cidade de Nabi Saleh.

Três soldados feridos foram atendidos no local. O serviço de emergência dos Resgates Sem Fronteiras disse que um deles foi levado para atendimento médico no hospital Tel Hashomer em Ramat Gan depois de sofrer ferimentos por estilhaços.

O porta-voz do Hamas, Abd al-Latif al-Qanou, respondeu ao ataque na noite de domingo, dizendo: “A escalada das operações de resistência hoje na Samaria e Judeia, a última das quais foi recentemente em Ramallah, confirma que nosso povo rebelde na região lançou uma nova etapa no enfrentamento da ocupação e de seus crimes contra nosso povo e a Mesquita de Al-Aqsa, e que os confrontos e operações se expandirão e se deslocarão para várias regiões”.

Os militares iniciaram uma caçada aos terroristas que fugiram do local. De acordo com relatos da mídia palestina, o exército fechou a entrada principal de Nabi Saleh, um ponto de conflito frequente entre soldados e palestinos.

O ataque ocorre horas depois de um ataque a tiros contra um ônibus que transportava tropas da Brigada Kfir no Vale do Jordão, ferindo vários soldados, e o motorista do ônibus, que está em estado grave.

LEIA TAMBÉM

Os dois terroristas que realizaram o ataque foram presos.

Na sexta-feira, um soldado foi esfaqueado em Hebron, e também houve vários ataques com pedras contra civis israelenses em estradas na Samaria e Judeia nos últimos dias.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Unidade  porta-voz das FDI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.