Israelenses vencem competição internacional

Os bibliotecários israelenses terminaram em primeiro lugar em uma recente competição internacional, fazendo 4.700 edições nas páginas da Wikipedia em um período de três semanas.

A campanha conhecida nas mídias sociais como #1Lib1Ref (“One Librarian, One Reference”) pede aos bibliotecários de todo o mundo que atualizem as páginas existentes da Wikipedia com referências válidas e criem novas postagens, em um esforço para espalhar a conscientização e combater informações imprecisas online.

Os prêmios para o concurso, que aconteceu de 15 de janeiro a 5 de fevereiro são baseados no idioma, não na localização dos editores. Os editores de língua hebraica foram os mais ativos, os bibliotecários sérvios ficaram em segundo lugar na competição, com 4.100 edições, e o terceiro lugar foi dos franceses com 2.750. O idioma inglês ficou em quarto lugar, com 2.050 edições online.

Realizado semestralmente, o #1Lib1Ref é organizado pela Federação Internacional de Associações de Bibliotecas e pela Wikipedia Library, um centro de pesquisa administrado por uma equipe de funcionários da Wikimedia Foundation e voluntários de todo o mundo. Seu objetivo é tornar o acesso às informações “gratuito, fácil, colaborativo e eficiente”. O concurso deste ano teve contribuições em mais de 60 idiomas.

Setenta e seis bibliotecários israelenses participaram, a maior parte deles da Biblioteca Nacional de Israel.

Além das 4.700 edições feitas em hebraico, também havia 61 novas postagens criadas por israelenses. As novas postagens em hebraico incluíam informações sobre o Museu Judaico de Viena e o tratamento médico para bebês prematuros, para citar alguns.

O diretor da Biblioteca Nacional de Israel, Oren Weinberg, disse que, devido à Internet, as informações científicas precisam competir com as imprecisões digitais, e é responsabilidade dos bibliotecários tornar a Wikipedia o mais confiável possível.

“O fato de centenas de milhões de “surfistas” em todo o mundo confiarem, estudarem e usarem a Wikipedia exige que nós – como aqueles que têm acesso a informações e fontes – ajudemos a torná-la uma fonte de conhecimento profunda, séria e confiável”, afirmou.

 

OlafJanssen / CC BY-SA (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *