Capa de celular oferece proteção contra hackers

Shlomi e Eran Eraz, pai e filho especialistas em segurança, criaram um case antivigilância que bloqueia um telefone celular. É como um “quase à prova de balas” para protegê-lo de ataques de hardware.

Para isso, utiliza algoritmos com frequências de áudio para bloquear o acesso externo a todos os pontos de dados transmissíveis. Os cibercriminosos podem controlá-los e impedir que o proprietário use tais recursos.

Ao criar uma barreira física entre os telefones dos usuários e os hackers, a startup Cirotta visa proteger o dispositivo mais vulnerável e usado do mundo.

A empresa visa evitar gravações e rastreamentos indesejados de telefone, bem como chamadas falsas, ataques ao sistema e limpeza de dados. Além disso, bloqueia o acesso de terceiros ao GPS, que pode revelar a localização exata da pessoa.

Os hackers procuram pontos fracos em telefones celulares que possam explorar. Com isso, eles buscam informações financeiras, registro de identidade privada, contatos e assim por diante.

LEIA TAMBÉM

Eran e Shlomi fundaram a Cirotta em 2019 para unir a tecnologia de hardware avançada à indústria de celulares. Os dois serviram nas Forças de Defesa de Israel e Shlomi era coronel na IAF. Os dois trouxeram seus conhecimentos de defesa militar para o setor.

Fonte: Aurora
Foto: Cortesia

One thought on “Capa de celular oferece proteção contra hackers

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.