Cesareia: mais um lugar para ir este ano

Depois de Tel Aviv ter sido apontada como destino favorito, em 2020, pela revista Forbes e pelo Google, agora é a vez da zona arqueológica de Cesareia, escolhida pelo New York Times entre os 52 lugares para ir durante este novo ano.

Também chamada de Cesareia Marítima, a antiga cidade portuária conectava a colônia com a metrópole romana criada por Herodes, o Grande, cerca de 2.000 anos atrás, e foi batizada em homenagem ao imperador César Augusto. O sítio arqueológico hoje preserva “muitas das ruínas romanas mais impressionantes do mundo, incluindo um anfiteatro, um aqueduto paralelo ao mar Mediterrâneo e uma pista de corridas com um obelisco egípcio”.

Uma série de restaurações recentes transformou Cesareia em um destino turístico histórico onde os visitantes podem conhecer uma fortaleza construída no século XIII ou percorrer as ruínas de uma das sinagogas mais antigas do mundo.

Cesareia aparece entre os dez primeiros dos 52 lugares escolhidos pelo New York Times. Além dela, estão a cidade de Washington, as Ilhas Virgens Britânicas, a pequena cidade boliviana de Rurrenabaque, no rio Beni, Groenlândia, a região australiana Kimberley, Paso Robles, na Califórnia, Sicília, a cidade austríaca de Salzburgo e Tóquio, a capital do Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *