Cônsul de Israel visita Baixada Santista para parcerias

Encontro ocorreu com prefeitos de São Vicente e Santos

Texto: Raphael Branco (colaborador no Rio de Janeiro)

Em visita à Baixada Santista na quarta-feira (4), o cônsul-geral de Israel, Alon Lavi, e o presidente executivo da Federação Israelita do Estado de São Paulo (FISESP), Ricardo Berkiensztat, estiveram nas prefeituras das cidades de São Vicente e Santos. O objetivo da reunião foi discutir parcerias no desenvolvimento da região e ajuda no enfrentamento da Covid-19.

Na cidade de São Vicente, os representantes israelenses conversaram com o prefeito Kayo Amado. Além de serem propostas formas de fortalecer o comércio local, o cônsul-geral de Israel, Alon Lavi, ofereceu um intercâmbio técnico para melhorar outras áreas de interesse para a cidade e a população: saneamento básico, gestão de resíduos, tecnologia e capacitação profissional.

LEIA TAMBÉM

Ao serem apresentados dados sobre o combate ao novo coronavírus em São Vicente, o cônsul também afirmou que haverá doações de equipamentos de proteção individual, além de insumos básicos para garantir a segurança de professores e alunos da rede municipal, com o retorno das atividades presenciais.

Na área da educação, foi sugerida pelo presidente executivo da FISESP, a inclusão de aulas sobre o Holocausto na disciplina de História. “A história não pode ser apagada”, disse Ricardo Berkiensztat.

Na segunda visita, em Santos, o encontro aconteceu com o prefeito Rogério Santos. Entre as pautas discutidas também estavam questões ligadas ao setor industrial, comercial e tecnológico. “Podemos firmar acordos em várias áreas com a cidade”, comentou Alon Lavi.

A comitiva também esteve no Centro de Controle Operacional (CCO), que é responsável por todo o monitoramento do município em tempo real. O prefeito de Santos enfatizou a forma como Israel lida com a pandemia de Covid-19 e ainda por ser um país voltado para inovações tecnológicas. “O encontro poderá possibilitar trocas em vários setores e viabilização de projetos nas áreas social e de empreendedorismo voltado para novas tecnologias”, afirmou Rogério Santos.

Fonte: Fisesp

Fotos: Divulgação FISESP