Copa do Mundo 2022 acessível a surdos

O planejamento para a Copa do Mundo de 2022 está em fase final, inclusive para pessoas com deficiência, que são o foco de uma startup israelense que trabalha para tornar o megaevento no Catar acessível aos surdos.

“Haverá milhares de surdos vindos de todo o mundo para o Catar”, disse Tomer Levy, fundador e CEO da Sign Now, ao i24NEWS.

“De suas casas, cerca de 50 milhões de surdos vão assistir aos jogos”, acrescentou.

O Sign Now, um aplicativo que conecta usuários surdos e com deficiência auditiva a intérpretes de linguagem de sinais, estreou em 2019, quando gerenciou o concurso de músicas Eurovision, organizado por Israel.

Levy explicou que apenas parte do foco está no próximo torneio internacional de futebol, ao lado de aplicativos como ajudar pessoas em situações de emergência e outras na vida cotidiana.

“Permitimos que surdos de todo o mundo se comuniquem com bancos, lojas e hospitais. Com a guerra na Ucrânia, ajudamos dezenas de surdos a escapar e se comunicar com call centers de emergência”.

LEIA TAMBÉM

“Temos uma equipe combinada de surdos e ouvintes, judeus e árabes, ajudando especialmente a sociedade árabe em Israel”, disse ele.

“Estamos iniciando nossa estratégia no exterior com os estados árabes. Em 2022, gerenciaremos a acessibilidade em hospitais nos Emirados Árabes Unidos e Bahrein, entre outros que não devo dizer”.

Em uma mensagem final, Levy dirigiu-se à comunidade surda de todo o mundo: “Não nos importamos de onde você vem, não nos importamos com política. Queremos apenas ajudar os surdos a fazer parte da sociedade”.

Foto: Canva
Fonte: The Algemeiner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.