Elevadores e escadas rolantes se adaptam ao novo normal

Apesar da campanha de vacinação e novos medicamentos contra o COVID-10, algumas medidas vão conviver com a população por um bom tempo ainda. Entre elas o uso de máscaras faciais e distanciamento social.

Como então entrar num espaço pequeno e movimentado onde um grupo de estranhos está condenado a longos segundos de silêncio e confinamento, sem falar na possibilidade de alguém tossir ou espirrar como os elevadores.

Algumas empresas israelenses, especializadas na área, desenvolveram uma variedade de inovações para tornar esses ambientes seguros, assépticos e, na medida do possível, livre de coronavírus.

Aplicativos móveis, comandos de voz para indicar o andar sem apertar os botões e até sistemas automáticos que levam o elevador para o térreo quando uma pessoa entra em um prédio são algumas formas de se conviver com o novo normal.

LEIA TAMBÉM

A empresa de elevadores Electra desenvolveu um sistema que chama o elevador para o andar térreo assim que uma pessoa coloca o cartão de entrada no prédio.

Além disso, o sistema pode direcionar um grupo de pessoas para diferentes elevadores para otimizar viagens, o tempo gasto dentro da cabine e uma densidade mínima de ocupantes. Atualmente, o sistema está totalmente operacional no prédio da própria Electra.

O Grupo Schindler de elevadores desenvolveu um sistema com uma tecnologia que já é conhecida por outros aparelhos e consiste em poder dar instruções por voz ao elevador por meio de telefones celulares. Esta inovação já está sendo testada no Sheba Medical Center.

A luz ultravioleta, ou radiação ultravioleta, é usada, entre outras coisas, para esterilizar superfícies, e agora também é usada em elevadores da KONE Israel e da Electra. “O ar do elevador passa por um exaustor e uma luz ultravioleta seguida por um filtro especial. No geral, é um sistema que destrói continuamente a maioria dos vírus e bactérias no ambiente do elevador”, explica Matan Musler, gerente de desenvolvimento de negócios de Electra.

A inovação também chegou às escadas rolantes, onde milhares de pessoas passam todos os dias. A mesma tecnologia de radiação UV foi usada neste caso pela empresa Electra e pelo Grupo Schindler. “Nosso sistema de desinfecção fica alojado na parte interna não visível da escada rolante que passa por um processo de desinfecção e esterilização”, explica Itzik Edri, do Grupo Schindler.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *