Ensino remoto: 30% não têm material necessário

O ano letivo começa em dois dias e, enquanto algumas crianças estão organizando o material escolar e se preparando para o novo ano, outras terão que frequentar a escola sem o equipamento necessário.

É o que afirma um novo estudo realizado pela Friendship Foundation por meio do Geocartography Institute, cujas descobertas mostram que um quarto dos pais em Israel não tem dinheiro suficiente para comprar o equipamento necessário para a escola. Os dados são particularmente problemáticos, visto que nas localidades vermelhas, os alunos da 8ª série e acima só estudarão presencialmente se mais de 70% de seus colegas tiverem sido vacinados.

O estudo examinou questões relacionadas à capacidade econômica das famílias na preparação para o início do ano letivo. O estudo é baseado em uma pesquisa realizada em agosto de 2021 por meio de um questionário online e por meio de conversas telefônicas com cidadãos com 18 anos ou mais, em uma amostra representativa da população do Estado de Israel.

De acordo com os resultados do estudo, 26% dos pais não têm capacidade financeira suficiente para comprar todo o material escolar dos filhos.

Segundo o estudo, 28% dos pais são obrigados a desistir de comprar uma mochila nova para seus filhos por motivos financeiros e cerca de 30% deles não possuem o equipamento necessário para que seus filhos estudem remotamente.

LEIA TAMBÉM

Após a crise de Corona, 72% dos pais foram afetados financeiramente de uma forma que prejudicaria sua capacidade de fornecer a seus filhos equipamento escolar e assistência, e 40% deles indicaram que sua capacidade financeira a este respeito foi severamente prejudicada.

O estudo examinou a disposição das famílias para o bloqueio e sua capacidade de permitir que seus filhos estudem em um formato de ensino a distância. Os resultados mostram que cerca de 30% dos pais não possuem todos os equipamentos necessários para que seus filhos aprendam remotamente. 56%, mais da metade dos trabalhadores de baixa renda, não possuem todos os equipamentos necessários para o ensino a distância.

As principais razões para isso são a incapacidade de financiar um computador, a incapacidade de fornecer a cada uma das crianças o equipamento necessário e a falta de uma conexão de Internet forte o suficiente para viabilizar o estudo.

Um entrevistado descreveu as dificuldades causadas durante o ano corona, quando as crianças ficaram muito em casa e tinham que estudar pelo zoom. “Não temos dinheiro para um computador em casa e as crianças não conseguiam se conectar às aulas. Depois de alguns meses, recebemos da escola um tablet que as crianças deveriam compartilhar. Eles tinham que decidir qual delas se conectava a aula e quando, então eles perderam muito material de estudo”.

Cerca de dois terços dos pais declararam que são forçados a reduzir a compra de roupas para os filhos por razões econômicas, dos quais um quinto afirmou que foram forçados a dar esse passo com muita frequência.

Fontes: Maariv e Ynet
Foto: Canva

2 thoughts on “Ensino remoto: 30% não têm material necessário

Fechado para comentários.