Governo aloca NIS 6 milhões para gatos de rua

O deputado Avi Maoz (Noam) ridicularizou a alocação do governo de NIS 6 milhões para gatos de rua como parte dos fundos da coalizão, apontando para outras questões que ele acredita serem mais urgentes.

Estes recursos são alocados de acordo com a negociação dentro da coalizão e servem como um terreno fértil para a distribuição de recursos políticos, de acordo com as demandas dos partidos e dos parlamentares.

Por meio desses acordos, os membros da coalizão podem promover as várias questões que lhes interessam, nas quais prometeram investir pessoalmente. Os acordos para o orçamento de 2021-2022 totalizam cerca de NIS 2 bilhões.

O Partido Yesh Atid exigiu NIS 6 milhões para o Ministério da Agricultura para tratamento de gatos de rua em Israel, presumivelmente a pedido da deputada Yasmin Sacks-Friedman, que se descreveu como uma “alimentadora de gatos de quarta geração”.

“A preocupação com o bem-estar dos animais é uma das principais razões pelas quais estou aqui”, disse ela na Knesset.

LEIA TAMBÉM

Maoz ridicularizou “o governo de todos os seus gatos”, uma brincadeira com a frase “um governo de todos os seus cidadãos”.

Ele denunciou que, embora “não haja orçamento para soldados e para famílias necessitadas, há para gatos”.

O governo votou recentemente contra um projeto de lei para aumentar os salários dos militares das FDI.

“Não é possível aumentar impostos, cortar fundos para os necessitados e prejudicar subsídios para creches e gatos receberem orçamento. Que vergonha para o governo. Os cidadãos de Israel merecem mais, eles merecem um governo diferente”, disse ele.

Fonte: Hamodia
Foto: Şahin Sezer Dinçer (Pixabay)