Governo destina 10 bilhões “para futuras ondas de corona”

O primeiro-ministro Naftali Bennett anunciou, neste domingo, que o governo estava reservando mais 10 bilhões de NIS para lidar com possíveis ondas futuras de coronavírus que “podem acontecer em um mês, em seis meses ou não acontecer”.

Falando na abertura da reunião semanal do gabinete, em Jerusalém, Bennett disse que o país estava “atualmente no caminho para sair da onda Delta”, mas que os preparativos devem ser feitos para a ameaça contínua de novos surtos.

“Juntamente com o sucesso nesta fase em lidar com o coronavírus, estamos sempre olhando para o futuro e preparando o terreno para a possibilidade de futuras ondas do vírus”, disse Bennett.

“Portanto, anuncio aqui que estamos criando uma rede de segurança econômica e médica de 10 bilhões de shekels para futuras ondas de coronavírus que podem acontecer”, declarou ele.

“Estaremos preparados para continuar a proteger os cidadãos de Israel”, acrescentou Bennett.

O orçamento nacional de dois anos atualmente aguardando aprovação na Knesset aloca 432 bilhões para 2021 e 452 bilhões para 2022.

LEIA TAMBÉM

O Ministro da Saúde, Nitzan Horowitz, garantiu um aumento de 2 bilhões (US$ 619 milhões) no financiamento para cuidados de saúde. O orçamento do Ministério da Saúde agora será de NIS 5 bilhões (US$ 1,5 bilhão).

Horowitz havia alertado que o sistema de saúde estava “com suporte vital e precisa de uma transfusão urgente, independentemente do coronavírus. Está funcionando em modo de emergência e é impossível continuar assim”.

Se o orçamento não for aprovado na segunda e terceira leituras no plenário da Knesset até o prazo final de 14 de novembro, o parlamento se dissolverá automaticamente e desencadeará novas eleições.

Israel parece estar no fim de uma onda de coronavírus, à medida que novas infecções e casos graves diminuíram nas últimas semanas.

Falando no Comitê de Saúde da Knesset na manhã deste domingo, a Dra. Sharon Alroy-Preis, chefe dos serviços de saúde pública do Ministério da Saúde, disse que Israel estava saindo da quarta onda.

“No momento, a expectativa é que a tendência de queda da morbidade continue e tenhamos menos novos casos a cada dia”, disse Alroy-Preis. “Estamos nos preparando para apresentar ao governo um plano de saída”.

O Ministério da Saúde disse, no domingo, que apenas 324 novos casos de coronavírus foram confirmados no dia anterior, com uma taxa de teste de 0,98%, a primeira vez que o número caiu para menos de 1 desde junho. As taxas de teste tendem a ser mais baixas no fim de semana.

O ministério também disse que, até a manhã de domingo, 6.217.352 israelenses receberam pelo menos uma dose de vacina e 3.896.785 receberam as três doses.

Fonte: The Times of Israel
Foto: Yoav Dudkevitch/POOL (Flash90)

One thought on “Governo destina 10 bilhões “para futuras ondas de corona”

Fechado para comentários.