Osso em implante de titânio impresso em 3D

Pela primeira vez, um segmento ósseo foi reconstruído em um implante de titânio impresso em uma impressora 3D. O implante foi colocado em um paciente de 70 anos, após o diagnóstico de um tumor maligno da escápula. O uso de impressão 3D permitiu aos médicos cortar a área do tumor e garantir que a articulação do ombro ficasse preservada.

O tumor do osso do ombro fez com que os médicos enfrentassem uma situação problemática, já que a pressão extensiva nessa área cria uma séria incapacidade funcional devido a danos na articulação do ombro. Como resultado, foi decidido imprimir em 3D um implante de titânio personalizado para o paciente.

“Esta técnica de implante personalizado é um avanço em oncologia”, disse o Prof. Bickels, diretor da Unidade de Oncologia Ortopédica. “Tivemos que encontrar uma solução sofisticada para remover o tumor e preservar a capacidade funcional do paciente”. O uso de um implante personalizado permite extensa ressecção do tumor e preserva a articulação do ombro.

A técnica de implantação é realizada utilizando software especializado com base em exames de imagem como a tomografia computadorizada e ressonância magnética para criar um modelo tridimensional do tumor e o órgão em que se encontra localizado, e planejar a dissecção e a estrutura do implante para restaurar o tecido perdido após a remoção do tumor.

“Atualmente, o uso de impressoras tridimensionais é a única opção para criar implantes complexos e texturizados”, disse o professor Bickels. “Essas tecnologias estão sendo assimiladas no sistema cirúrgico do Hospital Hillel Yaffe para que equipes de cirurgiões as usem nos diferentes departamentos”.