Iranianos queimam bandeiras só para protestar

Os negócios estão crescendo na maior fábrica de bandeiras do Irã, que produz bandeiras americanas, britânicas e israelenses para os manifestantes iranianos queimarem.

Na fábrica da cidade de Khomein, a sudoeste da capital Teerã, homens e mulheres imprimem as bandeiras à mão e depois as penduram para secar. A fábrica produz cerca de 2.000 bandeiras americanas e israelenses por mês em seus períodos mais movimentados e mais de 150 mil metros quadrados de bandeiras por ano.

Ghasem Ghanjani, dono da fábrica de bandeiras Diba Parcham, disse: “O povo da América e de Israel sabe que não temos nenhum problema com eles. Se as pessoas queimam as bandeiras desses países em comícios, é apenas para mostrar seu protesto.”

Rezaei, gerente de controle de qualidade da fábrica disse: “Em comparação com as ações covardes dos Estados Unidos, como o assassinato do general Soleimani, isso [queimar uma bandeira americana] é uma coisa mínima contra eles. Isso é o mínimo que pode ser feito.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *