Israel abre unidade especial para doentes psiquiátricos com Corona

O Hospital Sheba, em Israel, abriu a primeira unidade especialmente projetada para pacientes psiquiátricos com coronavírus, na qual os médicos usam roupas de proteção, que são reforçadas caso algum paciente se torne violento e ataque.

Depois que o coronavírus se espalhou para uma ala psiquiátrica na Coréia do Sul, infectando 100 pessoas, a equipe do Centro Médico Sheba em Ramat Gan decidiu que Israel precisava urgentemente de um plano para o surgimento do coronavírus entre os 3.500 pacientes psiquiátricos do país.

“Vimos como o vírus pode se espalhar rapidamente em uma enfermaria psiquiátrica, e embora os pacientes geralmente não sejam idosos, eles estão em risco devido a várias doenças e porque muitos deles estão tomando medicamentos antipsicóticos.” disse Mark Weiser, chefe da Unidade Psiquiátrica Sheba.

O novo pavilhão tem quatro pacientes e capacidade para 16, com provável expansão.

“Tentar isolar pacientes psiquiátricos com coronavírus em enfermarias normais pode ser desastroso, porque muitos não seguem as regras da distância social e podem se tornar agressivos e inquietos”, disse Weiser, explicando que todos os detalhes da nova sala foram projetados no contexto dessa preocupação, inclusive as roupas de proteção que foram adaptadas com outra camada de roupa caso sejam rasgadas.

Essa nova ala visa prestar o melhor atendimento a esses pacientes, levando em consideração direitos legais e humanos dos pacientes com total proteção da equipe médica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *