Israel estuda tratamento com cannabis para corona

Um novo estudo israelense realizado no Hospital Ichilov, em Tel Aviv, examinará o impacto da cannabis em pacientes com coronavírus (COVID-19). O estudo está investigando se uma das substâncias ativas da cannabis, o canabidiol, pode retardar o processo inflamatório que acompanha a deterioração de pacientes graves com coronavírus e aliviar os sintomas da doença.  Vários departamentos do hospital colaboram no estudo e espera-se que envolva dezenas de pacientes moderadamente doentes.

O Dr. Barak Cohen, anestesiologista sênior e chefe do gerenciamento de corona no Hospital Ichilov, enfatizou que “essa é uma nova abordagem para o tratamento de alguns dos sintomas, usando um componente da planta de cannabis que é considerado seguro e não viciante.”

O estudo é uma iniciativa do hospital e atualmente não está relacionado a nenhuma empresa.

O canabidiol (CBD), responsável por até 40% do extrato da planta, foi pesquisado para o tratamento da ansiedade, cognição, distúrbios do movimento e dor.

One thought on “Israel estuda tratamento com cannabis para corona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *