Israel: Tratamento inovador contra hemofilia

Um tratamento inovador contra a hemofilia está sendo administrado no Sheba Medical Center, do Tel Hashomer, perto de Tel Aviv.

Sheba é o terceiro hospital do mundo a oferecer o novo tratamento que consiste em desenvolver genes saudáveis ​​em laboratório e depois inseri-los nos vírus e administrá-los por via intravenosa aos pacientes.

O fígado remove os vírus do corpo, mas os genes saudáveis ​​permanecem e dentro de alguns meses, podemos ver um aumento nas proteínas responsáveis ​​pela coagulação do sangue. Este tratamento pode realmente curar a hemofilia, não apenas tratá-la e reduzir o sangramento.

Eden, 24, é o primeiro paciente em Israel a receber o novo tratamento. Eden foi diagnosticado quando tinha três meses e agora, pela primeira vez, ele pode imaginar um futuro sem a doença.

A hemofilia é um distúrbio causado pela falta de proteínas de coagulação do sangue que podem causar sangramento interno potencialmente fatal. É uma condição predominantemente hereditária que aparece com mais frequência nos homens.

A doença ocorre em um em cada 5.000 nascimentos. Em Israel, é diagnosticado em tenra idade porque os bebês judeus são circuncidados em oito dias.

A professora Gili Kenet, diretora do Centro Nacional de Hemofilia e do Instituto de Trombose e Hemostasia do Sheba, diz que até o momento apenas 60 pacientes no mundo foram tratados por esse método de engenharia genética sem efeitos colaterais graves ou complicações.

No entanto, o tratamento não é adequado para todos os pacientes.

“Crianças menores de 18 anos não podem ser tratadas dessa maneira, pois o tecido hepático ainda está se desenvolvendo”, explica ela. “Pacientes com doença hepática ou que desenvolveram anticorpos contra fatores de coagulação do sangue também não podem receber tratamento”.

“Ainda não temos estudos de longo prazo, por isso não temos certeza sobre a eficácia do tratamento ao longo do tempo, mas ainda assim é uma esperança para centenas de pacientes em Israel”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *