Israel: um dos 10 países mais inovadores do mundo

Israel foi classificado entre os 10 melhores países no Índice Global de Inovação da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (WIPO) de 2019. O índice é um ranking anual de países do mundo inteiro que os relaciona por sua capacidade de inovação e sucesso.

Em 2016, Israel ocupava o 21º lugar do índice. Desde então, subiu de posição ficando em 17º em 2017 e 11º em 2018 e, pela primeira vez este ano, alcançou o top 10.

O índice será publicado em 24 de julho em um evento na cidade de Nova Delhi, Índia, no qual o embaixador de Israel naquele país, Dr. Ron Malka representará o Estado judeu, juntamente com o diretor de Saúde Digital de Israel, Esti Shelly.

O primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, comemorou a notícia em uma mensagem postada através de suas redes sociais. “Pela primeira vez, Israel é classificado pelo Índice Global de Inovação da Organização Mundial da Propriedade Intelectual da ONU entre os 10 países mais inovadores do mundo”, escreveu ele.

Para o cálculo do índice, utiliza-se um algoritmo complexo que mede 80 indicadores, que examinam o ambiente geral de inovação dentro do país. Entre as categorias principais estão níveis de educação, investimento em infra-estrutura, investimento em pesquisa, sofisticação nos negócios e ambiente político.

O tema central deste ano para o índice é o futuro da inovação em saúde. O índice analisou o ambiente que apoiou a inovação global em saúde em todo o mundo durante a última década. Ele também examinou o papel da inovação médica na definição do futuro dos serviços de saúde e o impacto potencial no desenvolvimento econômico de países concorrentes.

Isso aconteceu depois que o governo israelense anunciou um programa nacional chamado “Saúde digital como um mecanismo de crescimento” em 2018. O objetivo do programa é maximizar os benefícios econômicos e sociais da saúde digital inovadora e apresentar soluções, bem como aproveitar as vantagens comparativas de Israel em inovação tecnológica, medicina e pesquisa.

“A saúde digital como motor de crescimento” foi um projeto cooperativo entre o Ministério da Saúde, o Ministério da Indústria, o Ministério da Academia e a comunidade empresarial, que facilitou a promoção da inovação em saúde por meio de regulamentação pró-ativa, a assimilação de novas tecnologias por equipes de profissionais, a promoção do empreendedorismo e a inovação no sistema de saúde.

Israel também vem tentando implementar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, uma coleção de 17 metas globais estabelecidas pela Assembleia Geral da ONU em 2015 até o ano 2030.

O índice foi desenvolvido pela WIPO, Cornell University e INSTEAD, uma das principais escolas de negócios do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *