Israel vai às urnas novamente

Hoje, o israelense vai novamente às urnas pela quarta vez nos últimos dois anos. 6.578.084 eleitores, dos quais 78% judeus e 17% árabes, poderão exercer seu direito democrático e votar em uma das 37 listas que concorrem à 24ª Knesset.

Principais partidos:

* Likud (Benjamin Netanyahu) – מחל
* Yesh Atid (Yair Lapid) – פה
* Yamina (Naftali Bennett) – ב
* Nova Esperança (Gideon Sa’ar) – ת
* Lista conjunta (Ayman Odeh) – ודעם
* Yisrael Beytenu (Avigdor Liberman) – ל
* Shas (Aryeh Deri) – שס
* Judaísmo Unido da Torá (Moshe Gafni) – ג
* Avodá (Merav Michaeli) – אמת
* Sionismo Religioso (Bezalel Smotrich) – ט
* Azul e Branco (Benny Gantz) – כן
* Meretz (Nitzan Horowitz) – מרצ
* Lista Árabe Unida – Ra’am (Mansour Abbas) – עם

As 12.127  seções eleitorais abriram às 7h e encerrarão exatamente às 22h. Em pequenas localidades, presídios e hospitais, as seções fecham às 20h.

Desta vez, há 1.100 urnas a mais do que no ano passado, o que significa que cerca de um em cada dez israelenses não votará em sua cédula regular.

Cerca de 50 ônibus da empresa “Egged” foram convertidos em seções eleitorais para evitar congestionamento em algumas seções.

A Comissão Eleitoral Central criou 344 seções eleitorais designadas para os pacientes Corona que desejam votar. Os pacientes internados poderão votar em urnas especiais nas alas corona dos hospitais.

LEIA TAMBÉM

Urnas especiais para votação serão instaladas para os 65.000 isolados, que poderão votar em uma das 424 seções instaladas em edifícios públicos e complexos especiais. Os isolados estão proibidos de chegar às urnas em transporte público, que está à disposição do público gratuitamente. Na quarta-feira passada 28% dos que servem no exército já votaram antecipadamente.

Nos locais de votação não haverá contato direto entre os eleitores e os membros da mesa, que ficarão por trás de uma cortina especial para evitar o contato com o público.

Essa eleição contará com 600 mil envelopes duplos por causa das pessoas em isolamento, os enfermos, e os eleitores nos ônibus e nas casas de repouso. Isso significa que o processo de contagem dos votos vai demorar mais, e pode ser que na manhã desta quarta-feira ainda não se saiba o resultado da eleição.

Cerca de 4.000 pessoas já votaram em missões no exterior, incluindo representantes diplomáticos, emissários da Agência Judaica, do Keren Hayesod e outros representantes do Estado.

Fonte: Mako

Foto: Dolev (Wikimedia Commons)

2 thoughts on “Israel vai às urnas novamente

Fechado para comentários.