Knesset dissolvida. Novas eleições em março

A 23ª legislatura da Knesset (Parlamento de Israel) foi automaticamente dissolvida depois que nenhum acordo foi alcançado entre o Likud e o Azul e Branco, e as eleições para a 24ª Knesset devem ocorrer em 90 dias – 23 de março de 2021.

Esta é a quarta vez que as eleições serão realizadas em Israel em menos de dois anos – e a primeira vez na história do país que as eleições serão realizadas sob a realidade de uma epidemia, apesar do início da campanha de vacinação.

Nestes três meses, muitas coisas devem acontecer como: primárias do Likud, divisões e fusões de partidos já existentes, entrada de novos partidos e o lançamento de campanhas.

A próxima data importante para ficar de olho neste estágio é a data de fechamento das listas que concorre para a disputa da 24ª Knesset. É oficialmente 6 de fevereiro (sábado) e é provável que esta data seja antecipada para quinta-feira, 4 de fevereiro. Até essa data, 45 dias antes do dia das eleições, qualquer partido pode inscrever-se para concorrer, podendo ser efetuadas alterações nas posições dos candidatos nas listas.

LEIA TAMBÉM

Com sua dissolução oficial ontem à noite, o Presidente da Knesset Yariv Levin disse: “Às 00:00, o mandato termina, e como o orçamento do estado para 2020 não foi aprovado, eu anuncio a dissolução da 23ª Knesset. Estamos em um período complexo e desafiador, mas também de muitas polêmicas. A polêmica que existe no público, encontrou sua expressão naturalmente aqui também neste prédio.”

“Estamos embarcando em uma campanha eleitoral difícil. Apelo a cada um de nós, e a cada um dos cidadãos de Israel, a evitar o aumento das tensões e fazer todo o possível para que a campanha eleitoral seja conduzida e terminada de maneira ordeira e sem violência”, acrescentou Levin. “Agradeço a todos os membros da Knesset, à administração da Knesset e à equipe da Knesset por seus grandes esforços para manter uma rotina parlamentar sob as condições complicadas deste período desafiador.”

As primeiras pesquisas sobre a eleição de 2021 mostram que, se as eleições fossem realizadas hoje, não haveria decisão. O Likud liderado por Netanyahu teria 29 cadeiras e o recém-lançado partido de Gideon Saar seria o segundo maior com 18 cadeiras.

De acordo com a pesquisa, o Yesh Atid, liderado por Lapid receberia 16 assentos, o partido de Naftali Bennett teria 13 cadeiras e o Azul e Branco liderado por Beni Gantz teria 5 assentos.

Foto: Alex Kolomoisny /POOL (Flash 90)

3 thoughts on “Knesset dissolvida. Novas eleições em março

Fechado para comentários.